Paredes em Transição

O movimento Paredes em Transição é uma rede de amigos que vivem na cidade de Paredes, no Norte de Portugal, que partilham a preocupação de que a debilitante dependência em combustíveis baratos de que a nossa sociedade e economia padecem – e que não está a receber a devida atenção dos vários governos, que parecem actuar na premissa de que o petróleo barato e abundante continuará por cá em perpetuidade – possa vir a resultar em graves e imprevisíveis problemas de que a tecnologia não conseguirá livrar-nos, e que poderão afectar muito negativamente o nosso futuro e o dos nossos filhos. Saiba mais no menu Projecto.

terça-feira, 21 de junho de 2011

E foi assim em Famalicão

Mas que grande noite!

O grupo de Famalicão conseguiu reunir umas 30 pessoas muito interessadas em conhecer melhor o que é isso do movimento "Cidades em Transição", e o evento, que começou às 21:15, passou num piscar de olhos, e já era 1 da manhã! 

Começamos mesmo com "O que é uma iniciativa de Transição"?, pergunta à qual a resposta poderá ser algo como:


Iniciativas de Transição são grupos constituídos por cidadãos que tomaram consciência que:

  • o actual modelo de desenvolvimento não poderá continuar num planeta com recursos finitos;
  • as comunidade em que vivem perderam a sua resiliência e não estão a ser preparadas para um futuro com menor disponibilidade de energia;
  • e desejam recriar a comunidade onde vivem, tornando-a mais humana e resiliente.

Penso que um dos factores que contribuíram para que o evento corresse tão bem foi a qualidade do espaço escolhido - o Espaço Mangala, onde a Alber(Tina) Pereira faz sessões de Yoga e terapias orientais. Talvez o facto de estarmos todos descalços também tenha ajudado! Gostei!

Pois... e a conversa durou até à 1 da manhã! Curiosamente uma boa parte da assistência era constituída por elementos do movimento Limpar Portugal, entre os quais um dos fundadores, o Nuno Mendes, ao centro, na imagem.


A Albertina, distribuindo chá e atenções.


O modelo do movimento de Transição é:

  • Optimista;
  • uma filosofia profundamente enraizada no local e nas circunstâncias;
  • de bases (de baixo para cima);
  • liderar através do exemplo práticos e visíveis;
  • não ficar à espera de autorização para fazer coisas;
  • uma ferramenta para transformarmos problemas em soluções;
  • mais até do que ambiental, é uma iniciativa cultural...
O que quer que se consiga com o movimento "Cidades em Transição", é,a cima de tudo, para eles.


Hora do chá.


Pois, aquilo deu para o tarde!

Durante a tertúlia, com a Manuela Araújo, editora do "Sustentabilidade é Acção" (um dos mais influentes blogues ambientais em língua portuguesa), vontade por detrás deste evento, pessoa que muito admiro e, conto com isso, um dos fundadores da nova iniciativa Famalicão em Transição.

6 comentários:

Manuela Araújo disse...

Olá Miguel

Pois foi uma excelente noite, de que foste a alma! As pessoas gostaram de te ouvir, gostaram de conhecer a Transição!
Penso que estão lançadas as sementes de Transição em Famalicão. Agora, vamos ver se o vento não as leva! Por isso, precisamos cuidar delas :)

Se nascer por cá por Famalicão um Movimento de Transição, já ficas convidado para padrinhos :)

Beijinhos e obrigada por tudo

(obrigada também pelos elogios ao blogue Sustentabilidade é Acção)

Maria disse...

Olá Miguel, Agradeço a excelente palestra.
De facto lançaste as sementes de Transição, agora ....
O tema é muito interessante e de atualidade. Basta de enfiar a cabeça na areia: MÃOS À OBRA!
Peço desculpa não ter ficado até ao fim mas levei a minha mãe e não lhe foi possível ficar mais tempo devido a problemas de saúde da minha avó que vive lá em casa.
Gostava de participar noutra palestra.
Será que podes explicar novamente a receita do iogurte?
Beijinhos e mais uma vez obrigada.
Maria

Miguel Ângelo Leal disse...

Obrigado, Manuela e Maria, pelos vossos comentários, e pelo vosso interesse. Força na criação de um movimento famalicence!
O método de fabrico do iogurte pode ser consultado aqui: http://paredes-em-transicao.blogspot.com/search/label/Iogurte

Ana Teresa disse...

É inspirador e "aconchegante" a partilha desses momentos...

kant disse...

Olá Miguel

Parabens e obrigado pela presença em Famalicão. Acho que este é o caminho certo para um futuro mais humano e saudável. [Descalça vai para a fonte...Amália...] Descalços estivemos na fonte, ninguem arredou pé, mas torna-se necessário que mais participantes bebam esta informação e percebam que o futuro depende de todos e cada um em particular. Paredes é exemplo mas é urgente demover as paredes que separam as pessoas... Abraço,
Barros Tanque

Nuno Mendes - terracotta disse...

Olá Miguel!

Tive muito gosto em conhecer-te.
Gostei também da palestra acerca da Transição em Portugal.
Sou adepto da sustentabilidade e o Movimento de Transição é bastante interessante.
Se puder contribuir de alguma forma, cá estou.
Por terras Famalicenses.. vamos ver.. :)
Talvez uma plataforma virtual para irmos trocando idéias seja útil para não se perder a dinâmica.
Abraço!