Paredes em Transição

O movimento Paredes em Transição é uma rede de amigos que vivem na cidade de Paredes, no Norte de Portugal, que partilham a preocupação de que a debilitante dependência em combustíveis baratos de que a nossa sociedade e economia padecem – e que não está a receber a devida atenção dos vários governos, que parecem actuar na premissa de que o petróleo barato e abundante continuará por cá em perpetuidade – possa vir a resultar em graves e imprevisíveis problemas de que a tecnologia não conseguirá livrar-nos, e que poderão afectar muito negativamente o nosso futuro e o dos nossos filhos. Saiba mais no menu Projecto.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Oficina de Fabrico de Sabão Ecológico

Na tarde de Domingo, 22 de Maio, teremos mais um oficina de fabrico de sabão ecológico aberto à comunidade.
Neste workshop mostraremos como fazer sabão e sabonete a partir de óleo de fritar usado - uma excelente maneira de usar estes produtos residuais.

Serão, concerteza, 
conhecimentos bastante úteis, e para os não-sócios, esta oficina será uma boa maneira de conhecerem melhor a associação, os seus membros os seus objectivos.

A oficina terá um custo de 2€ para sócios de Paredes em Transição e 10€ para não-sócios. Mais uma vez, estes poderão escolher tornar-se sócios, usando o seu donativo de 10 € para pagar a jóia de inscrição no mesmo valor.

O workshop terá início às 15:30h (espera-se que termine antes das 18:00h) e terá lugar no espaço PROVE, na Cooperativa Agrícola de Paredes (ao fundo da Feira, entrada de serviço à Rua Infante de Henrique).

Os interessados em participar deverão contactar a associação Paredes em Transição através deste email com a brevidade possível.


Os participantes poderão trazer embalagens de leite vazias (de litro, ou, ainda melhor, de 200ml), óleo ou azeite usados, essências, casca de laramja e/ou limão, canela ou plantas aromáticas (frescas, para se retirar a essência).


A primeira oficina.


15 dias mais tarde.


Controlo de qualidade.

O produto final.

O produto final.

2 comentários:

Ana Teresa disse...

Peço um favor:

Podem assinar e divulgar?

Petição pela proibição do cultivo de variedades de organismos geneticamente modificados (OGM) na Região Autónoma dos Açores

http://www.peticaopublica.com/?pi=P2011N9685

Vieira Calado disse...

Boa ideia!

Força, Paredes!

Abraços